fbpx

A força do relacionamento terapêutico

“Uma psicoterapia relacional eficaz inclui o reconhecimento da parte do psicoterapeuta das experiências psicológicas do cliente, validando seu afeto e tentativas de criar significado, e normalização das tentativas de desenvolvimento do cliente e adaptar-se e lidar com os estressores da família e escola. Também fornece uma presença interessada, envolvida e afetuosa de uma pessoa real que comunica ao cliente que ele ou ela é uma pessoa valorizada.

A cura do Script é a meta primária de uma psicoterapia integradora. A cura do Script é o resultado de uma integração de afeto, cognição e fisiologia, de modo que os aspectos importantes da vida do indivíduo estão disponíveis para a consciência, e o comportamento, manutenção da saúde e relacionamentos são os resultados de uma escolha flexível em vez da compulsão ou inibição. As pessoas que não estão mais funcionando em um Script de vida restritivo relatam que têm a capacidade de se expressar usando contato em relacionamentos; internamente elas são emocionalmente estáveis porque não estão presas a crenças de Script pré-determinadas e restritivas, e têm consciência de suas necessidades atuais no relacionamento. Elas têm um senso de autodefinição, agência e autenticidade; seu comportamento é tanto contextual e sensível às necessidades relacionais de outras pessoas. Na esfera interpessoal, são conscienciosas, graciosas, curiosas, agradáveis e íntimas”.

(Texto do analista transacional Richard Erskine no livro Life Script, a Transactional Analysis of unconscious relational patterns ( chapter 01). Karnac, London UK, 2010. Imagem: rawpixel)

+3
avataravataravatar

Deixe uma resposta

Rolar para cima