fbpx

A vergonha e o controle social

“A capacidade de sentir vergonha é construída nos seres humanos e tem um efeito ‘civilizador’ ao adaptar uma criança à sua família e cultura. O problema é que esta capacidade é explorada pela família e cultura para que certos indivíduos e grupos possam ser controlados e fiquem em desvantagem, às vezes de forma que não tem sentido, em termos dos propósitos atuais da sociedade particular em que vivem. A vergonha restringe-se a valores arcaicos de mestres antigos. (…) A aceitação psicológica da aceitação da opressão ocorre devido à vulnerabilidade à vergonha. Descubra sobre o que sinto vergonha e poderá me controlar! E isso pode ser feito não-verbalmente, por insinuações ou por transações ulteriores. (…) devemos perceber que a simples identificação dos sentimentos e comportamentos pelos quais nos sentimos mais envergonhados e o seu confronto com o exame do Estado do Ego Adulto – o nosso próprio e o dos outros – pode reduzir bastante da agonia interna e da incapacidade para desenvolver autoconfiança, autonomia e, em última instância, intimidade”.

(Texto da analista transacional Fanita English, no artigo Shame and Social Control, TAJ 5:1, January, 1975. Imagem: stockvault )

+3
avataravataravatar

Deixe uma resposta

Rolar para cima