fbpx

Como funciona o filtro de carícias

“Filtro de Carícias: No processo de decidir sobre um Script, o Pequeno Professor de cada pessoa cria um filtro de Carícias. Ele permite que as Carícias se encaixem e suportem um Script. Assim, o filtro é um mecanismo de Desqualificação e mantém o Quadro de Referência da pessoa (Schiff et al., 1975). Como o Script é decidido por razões de segurança (como forma de agradar a mamãe e o papai), o indivíduo usará o filtro de Carícias como forma de manter a segurança ao obter Carícias. Se uma Carícia se encaixa perfeitamente no Script, ela terá o valor que foi lhe dado. Se uma Carícia é apenas próxima do Script, o filtro pode rejeitá-la, ou talvez modificá-la para que ela se encaixe. Às vezes, o filtro distorcerá uma Carícia para encaixá-la no Script (Bruce e Erskine, 1974).

Os filtros de algumas pessoas são muito estreitos; outros deixam passar apenas Carícias negativas, enquanto alguns podem permitir Carícias condicionais positivos. Muitas pessoas têm filtros com alguns grandes buracos que permitem informações e Carícias que discordam um pouco do Script. Outros têm filtros porosos que permitem passar quase tudo, o que lhes dá muita flexibilidade em relação aos tipos e fontes de Carícias e muitas oportunidades para coletar informações para alterar seus Scripts, se assim o desejarem. Toda transação passa pelo filtro de Carícias que será aceita, modificada ou rejeitada. Mesmo que as pessoas queiram Carícias externas, elas podem não aceitá-las pelo valor nominal. O processo interno determina a pontuação final muito mais do que faz a contagem real das Carícias externas”.

(Texto do analista transacional Stan Woolams no artigo Internal Stroke Economy. TAJ, vol. 8, no. 3, julho 1978. Tradução de Maku de Almeida. Imagem: gettyimages)

0

Deixe uma resposta

Rolar para cima