fbpx

O papel do Quadro de Referência

“Os Jogos Psicológicos fazem muito para reforçar a constância no Quadro de Referência (Schiff et al., 1975), isto é, a capacidade de manter através do tempo as mesmas crenças e sentimentos sobre si mesmo, sobre as outras pessoas e sobre a situação da vida. Ao considerar as razões para o Jogo, é necessário compreender o paradoxo em manter um Quadro de Referência constante: é necessário um Quadro de Referência constante para manter a sanidade, isto é, a estabilidade, mas um Quadro de Referência demasiado constante ou rígido pode levar à descompensação e à insanidade. Se um indivíduo muda de crenças com frequência, ele pode em breve não saber o que pensar, ou pode parar de pensar, ou pode pensar descontroladamente e fora de contato com a realidade. Assim, as pessoas precisam de certa constância e seletividade de crença ao longo do tempo para poder funcionar de forma eficaz e permanecer sadias”.

(Texto da analista transacional Jenni Hine, no artigo The Bilateral and Ongoing Nature of Games. TAJ, Vol. 20, No 1, janeiro, 1990. Tradução de Maku de Almeida. Imagem: Stories)

0

Deixe uma resposta

Rolar para cima